Tartaruga, pica-pau e coruja são resgatados por guardas municipais

Aves caíram de árvores.

Moradores acionaram equipe, que foi resgatá-las.

Coruja do mato é resgatada por equipe ambiental em Santos. Divulgação/Pelotão Ambiental de São Vicente Uma equipe do Pelotão Ambiental da Guarda Civil Municipal de São Vicente (GCM), no litoral de São Paulo, resgatou um jabuti, uma coruja e um pica-pau nesta terça-feira (14). De acordo com a GCM, um jabuti-piranga jabuti foi resgatado no dia 9 de janeiro em um terreno defronte em frente a Praça 22 de Janeiro, no Centro de São Vicente.

A equipe levou o jabuti-piranga para o Centro de Triagem de Animais Selvagens (Cetas) em Barueri para reabilitação.

Na volta da viagem, a equipe foi solicitada para resgatar um pica-pau e uma coruja.

O pica-pau de cabeça amarela caiu no quintal de um edifício na Rua Francisco Costa Pires, no bairro Vila São Jorge, em Santos.

Já a coruja do mato caiu em uma residência na Rua José Dias de Moraes, no bairro Bom Retiro.

A moradora levou a ave para o Parque Ecológico Voturuá enquanto a equipe ainda chegava para o resgate.

Pica-pau foi resgatado ao caiu em edifício.

Divulgação/Pelotão Ambiental de São Vicente Ainda de acordo com a GCM Ambiental, as aves aparentavam desnutrição, mas não tinham nenhuma lesão aparente.Os dois animais foram resgatados e encaminhados para a Aiuká, Consultoria e Soluções Ambientais, em Praia Grande, onde permaneceram para avaliação clínica e reabilitação.

Em caso de resgates e denúncias ligar para Secretaria do Meio Ambiente e Defesa Animal no telefone 3569-2343 ou para a GCM no telefone 153. Jabuti foi levada para Barueri para reabilitação e destinação final. Divulgação/Pelotão Ambiental de São Vicente
Categoria:SP - Santos e Região