Empresário é preso suspeito de participação em tentativa de assalto a ônibus com três mortes, na BR-116

Homem de 37 anos foi preso neste sábado (22); três assaltantes morreram depois que um dos passageiros, que estava armado, reagiu à ação do grupo, em Campina Grande do Sul.

Polícia prende suspeito de assalto a ônibus Um empresário de 37 anos foi preso, neste sábado (22), suspeito de participação na tentativa de assalto com três mortes, registrada na BR-116, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), três suspeitos morreram na ação criminosa, no dia 12 de fevereiro, depois que um dos passageiros do ônibus abordado pelo grupo reagiu e atirou contra os assaltantes.

Dois suspeitos morreram baleados pelo passageiro e um terceiro integrante do grupo morreu atropelado, depois de pular a janela do ônibus.

O homem preso neste sábado, o empresário Josimar Costa da Cruz, havia fugido após o crime, conforme a PRF.

O veículo transportava 45 passageiros e fazia a rota entre São Paulo e Santa Catarina.

Uma idosa, de 62 anos, foi encaminhada a um hospital, em Curitiba, após ser ferida na cabeça por estilhaços.

A passageira recebeu alta dias depois. Caso aconteceu na madrugada de quarta-feira (12), em Campina Grande do Sul Tony Mattoso/RPC Empresário preso De acordo com a PRF, Cruz e o sobrinho dele tiveram mandado de prisão preventiva expedidos pela Vara Criminal de Campina Grande do Sul.

O empresário teve o mandado cumprido.

O sobrinho não foi localizado pelos policiais e é considerado foragido. A polícia informou que o sobrinho do empresário foi reconhecido por vítimas da tentativa de assalto e que contou com a ajuda do tio para fugir do local do crime.

Ainda de acordo com a PRF, tio e sobrinho aparecem juntos em imagens registradas por câmeras de segurança do Hospital Angelina Caron, horas depois da ação criminosa. O G1 tenta localizar a defesa de Josimar Costa da Cruz. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Categoria:Paraná